O aniversário dele e uma nota sobre bolos

torre-46-1

Amo mais que bolo!

Essa semana, meu amado fez aniversário! E nosso projeto também!!! Quando Pedro ainda morava na Bahia, fiz uma surpresa pra ele no dia do seu aniversário. Meio que no impulso, fiz o primeiro post no nosso instagram. Se não nos segue ainda, dê uma pausa aqui, abra seu Instagram, procure o @temlaranja e clique em “seguir”. Simples! :)

Então… voltando… ainda não tínhamos blog, nem fanpage, mas a ideia do Tem Laranja na Cozinha já estava em gestação há algum tempo. Achei que o aniversário do Pedro seria uma ótima ocasião para começar, mesmo que incompleto.

Mas ok… o assunto hoje é o aniversário do Pedro. Eu adoro aniversário! E acho que devemos comemorar sim, mesmo que a família e amigos estejam longe. Passei a semana anterior toda animada, perguntando o que ele queria fazer no dia do seu aniversário. E quando pergunto o que “queria fazer”, entende-se “o que vamos cozinhar”. A gente até sai pra comer de vez em quando, mas em dia de aniversário, restaurante nunca é a primeira opção que me vem à cabeça.

Como eu que ia cozinhar, ele disse que confiaria em minhas escolhas. Também pedi que escolhesse o bolo, qualquer um (e rezei para ser algo que eu soubesse), mas ele também deixou a meu cargo, fazendo apenas o pedido que tivesse chocolate.

Chamaríamos poucas pessoas. O piso da sala está quebrado, o que só me permite convidar o número de pessoas que cabem em nossa mesa hahahaha. Considerando o meu amor por massa fresca (e sei que Pedro também adora), resolvi fazer rondellis, pois ele ainda não tinha experimentado esse meu prato. Rondellis de dois sabores, sendo um vegetariano, pois a Chatinha está de volta. Um de muçarela, presunto e provolone, com molho de tomate, e um de ricota com espinafre e molho de cogumelos frescos com creme de leite. Prometo que vou fazer um passo-a-passo fotografado com receita pra postar aqui. Na correria foi impossível anotar quantidades e fazer fotos do processo. Fiz apenas algumas fotos com o celular para enviar aos familiares que estão viajando, para que babassem e morressem de vontade de estar conosco!

Processed with VSCO with f2 preset

Rondelli vegetariano de ricota com espinafre com molho de cogumelos frescos

Processed with VSCO with f2 preset

Rondelli de muçarela, presunto e provolone com molho de tomates

Para acompanhar a cerveja de uns e vinho de outros, antes do prato principal, fiz medalhões de frango espetadinhos em galhos de alecrim que o Nêgo ama e vive me pedindo pra eu fazer. Sempre enrolo, mas aniversário é coisa séria e as promessas devem ser cumpridas! Ele preparou uma pastinha deliciosa de atum e umas torradinhas como aperitivo.

Processed with VSCO with f2 preset

Medalhões antes da frigideira (esses decidi testar na frigideira em vez de forno)

Processed with VSCO with f2 preset

e depois da frigideira

Por fim, o bolo… Ah, o bolo! Quem viu o post sobre o meu aniversário percebeu o tanto que eu valorizo o bolo. Sempre que possível, eu faço. Da mesma forma que faço pra mim, faço pro Nêgo e pra Chatinha, se eles quiserem e como quiserem. Pelo menos eu tento, né… Se vai sair como pediram são outros quinhentos! rs

Nêgo não quis dar pitaco no bolo. Só pediu que tivesse chocolate. Então, resolvi fazer um bolinho mais molhadinho do que os naked cakes que tenho testado ultimamente e totalmente coberto com ganache de chocolate meio amargo. Na massa usei chá de casca de abacaxi perfumado com cravo, canela, hortelã e gengibre no lugar do leite. Para molhar o bolo, calda de açúcar, água e conhaque. Para o recheio, brigadeiro gourmet e gotas de chocolate. Deu um bolinho com 15 cm de diâmetro, três camadas de massa e duas de recheio. Ainda sobrou ganache para fazer umas pitanguinhas em cima e na base. Até que ficou bonitinho! :)

Processed with VSCO with c1 preset

***

Aqui cabe uma nota sobre bolos.

A primeira coisa que aprendi a fazer na cozinha foi bolo. Eu devia ter uns dez anos de idade. Não tinha nem tamanho para alcançar a bacia de massa na bancada da cozinha. Tinha que sentar com a bacia no colo. Meus pés nem tocavam o chão. Eu era bem miúda. Não tínhamos batedeira, então usava uma colher de pau para fazer as vezes. Só pedia ajuda para as claras em neve. O tempo passou, eu cresci e o amor por fazer bolo permaneceu. Na verdade, arrisco dizer que cresceu também, junto comigo.

Não sei fazer receitas elaboradas, pois as simples que aprendi em algum momento da vida já me satisfaziam. Faço algumas combinações, misturo coisas novas e vou criando minhas próprias receitas. As pessoas sempre elogiaram meus bolos, mesmo que simples. Entretanto, eu nunca soube confeitar. Esse era o meu pavor! Era comum eu imaginar um bolo de um jeito e ele sair completamente diferente, assim como foi no meu último aniversário. Depois deste e de um que fiz pra minha sobrinha (ficou uma delícia, mas um verdadeiro monstrengo), resolvi que queria aprender um pouco mais sobre técnicas de confeitaria, especialmente no que se refere a decoração de bolos. Não sou expert e ainda tenho um longo caminho de aprendizado a percorrer, mas tenho feito umas coisas com um pouco mais de consciência e conhecimento. Tenho adquirido alguns brinquedinhos de cozinha que têm me ajudado nesse caminho. E o mais feliz de tudo é que comecei a perceber uma evolução nos seis meses que separam o meu aniversário do aniversário do Nêgo.

Longe de ficar perfeito, mas perto do que eu fazia antes, esse bolinho ficou bonitinho que só. E muito gostoso! Fiquei quietinha observando o Nêgo experimentar o bolo só pra ver a cara dele quando se deparasse com as gotas de chocolate… ele ama! Adoro quando ele sorri igual criança quando curte algo gostoso que fiz pra ele.

***

Nossa noite foi deliciosa! Recebemos algumas pessoas queridas que vieram abraçá-lo. Nos divertimos, tomamos umas brejas diferentes que ele ganhou e comemos umas coisinhas bem gostosas. Espero que o Nêgo tenha gostado e se divertido.

{Ana}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>