Nhoque de mandioquinha e creme de espinafre

nhoque_mandioquinha-2-1Sempre gostei de massas. Desde pequena. Qual criança não gosta de uma bela macarronada, né? Só que tinha uma massa que eu comia nos restaurantes e não gostava… o tal do nhoque. Depois que a gente vai crescendo e aprendendo um pouco mais das coisas da vida, percebe que muito daquilo que não gostávamos talvez com o tempo nos agrade. Pode ser que não tenha comido um prato bem feito. Bingo! Foi exatamente isso que aconteceu. Percebi que o nhoque que eu não gostava, e não gosto até hoje, é aquele feito só com trigo. Bobinha!

No dia em que comi um nhoque de verdade na casa de uma amiga, daquele caprichado, feito com batata, mudei completamente meu conceito. Até me arrisquei em umas receitas e suas variações.

Eis que um belo dia me deu uma vontade doida de comer algo quentinho, uma comida boa que confortasse. Queria também testar algo diferente para o jantar. Algo que fosse simples de fazer, mas que ficasse com cara de prato especial. Sabe como é? Resolvi fazer nhoque de mandioquinha.

Cozinhei a mandioquinha no vapor até ficar bem macia. Sempre que vou fazer nhoque, para colocar menos farinha na hora de modelar, procuro assar os legumes ou cozinhar no vapor, caso esteja com pressa. Em seguida, amassei a mandioquinha, ainda quente, coloquei a manteiga e temperei com sal, pimenta do reino e noz moscada. Enquanto essa massa esfriava, preparei o molho.  Você pode usar o molho de sua preferência… pode ser bolonhesa, de tomate, de queijo ou outro qualquer que te apeteça. Como tinha espinafre sem destino e molho bechamel pronto na geladeira, fiz um creme de espinafre. Veja aqui uma receita de bechamel. Refoguei rapidamente as folhas de espinafre com um pouco de azeite e alho. Depois, bati no liquidificador esse refogado com o molho branco até ficar uniforme. Voltei o creme para a panela para deixar reduzir um pouco e ajustar o tempero.

Mandioquinha fria, acrescentei a gema, o queijo parmesão e farinha de trigo aos poucos até dar o ponto de enrolar. Na bancada enfarinhada, modelei cobrinhas com a massa e cortei os nhoques. Cozinhei as massinhas em água fervente com sal até que elas subissem para a superfície. Acho muito legal essa parte! Servi imediatamente com o creme de espinafre.

Tivemos um jantarzinho gostoso e quentinho, diferente do que costumamos fazer em casa no dia a dia. Uma ótima ideia para a segunda sem carne. ;-)

Vamos anotar os ingredientes do nhoque?

500g de mandioquinha cozida

1 colher de sopa de manteiga

4 colheres de sopa de queijo parmesão ralado fininho

1 gema

sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto

farinha de trigo para dar o ponto de enrolar (possivelmente, menos que 1 xícara)

nhoque_mandioquinha-1-1

Esse é um prato que traduz bem o conceito de comfort food. E, se você fizer a receita, já sabe… nos diga o que achou, poste foto no Instagram e nos marque pra gente ver como ficou (@temlaranja).

{Ana}

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>