Meu bolinho de aniversário

bolo_negamaluca-6-1

Sou daquelas que adora o dia do aniversário. Quando pego uma agenda do ano que está começando (sim, sou das que gostam de agenda, de papel), vou logo no 1º de agosto para ver em que dia da semana vai cair e já faço uma anotação qualquer, provavelmente com algum coraçãozinho ou carinha de sorriso. Apesar de curtir o dia, nem sempre gosto de grandes comemorações. O meu plano ideal é eu fazer um bolo e quem lembrar de mim e quiser me dar um abraço no dia, aparece na minha casa. Acho que o convite dá um tom de formalidade que não me agrada. Mas sei que em Brasília não funciona muito bem assim. As pessoas normalmente só aparecem se houver um convite.

Esse ano fiz questão de mudar minhas férias só para passar o meu aniversário no lugar que mais amo no mundo… na minha casa. Acontece que não estava me sentindo das mais animadas para comemorações. A morte recente da minha gatinha me deixou bem baqueada e desanimada para muitas coisas. Além disso meus pais, supostamente, não estariam aqui. No fim das contas me fizeram uma surpresa e chegaram mais cedo de viagem. Apesar de estar feliz e grata pela minha vida, minha saúde, pelas pessoas que me cercam, não estava muito afim de preparar nada em especial. A não ser o bolo!

Ultimamente, como contei no post sobre os bolos da Manu, tenho testado novas técnicas e tentado fazer uns bolos mais elaborados. Um tempo atrás fiquei pensando qual bolo testaria no meu aniversário. De abacaxi, talvez… Mas com cobertura? Como iria decorar?

Depois que a Ivete morreu, fiquei um tempo sem cozinhar. Aliás, cozinhei para um evento, mas aí fui motivada pelo compromisso. Não conseguia cozinhar pra gente em casa. Ficou muito clara pra mim a relação entre cozinha e estado de espírito. Até que um dia eu tive vontade de fazer uma receita que me lembrasse infância. Não só a minha, mas também a da minha filha. Queria algo aconchegante e lembrei daqueles bolos que a gente parte no tabuleiro mesmo. Minha tia fazia uns deliciosos, com brigadeiro em cima. Também lembrei que fazia muito um bolo chamado Nêga Maluca pra #chatinha. Acho que ela simpatizava com o nome e vivia pedindo pra eu fazer para o lanche. Então, juntei as ideias e resolvi fazer um bolo assim. Não me lembrava direito da receita, mas fui meio que pela intuição. Ficou um bolo fofinho, delicioso. Fez o maior sucesso em casa e no meu trabalho.

Então, na véspera do meu aniversário e ainda sem um plano mirabolante, pensei que um bolo assim seria perfeito. Mais simples, aconchegante, com gostinho de lembranças boas. Acho que era disso que eu precisava. Em vez de um bolo de camadas, recheios elaborados, decoração e tal, eu faria um bolo retangular mesmo, para deixar com cara de tabuleiro, e com um brigadeiro por cima. E assim foi. :)

Essa é a minha receita desse bolo felicidade!

3 ovos

1/2 xícara de óleo

1 xícara de açúcar

1 1/2 xícara de farinha de trigo

1 xícara de chocolate em pó (coloquei 3/4 de xícara de chocolate em pó e 1/4 de cacau em pó)

1 colher de sopa de fermento em pó

1 xícara de água quente

1 colher de chá de café solúvel

1 pitada de sal

Em uma tigela, peneire a farinha de trigo, o sal e o fermento em pó e reserve. Bata os ovos até ficarem mais claros. Adicione o óleo, bata mais um pouco e, em seguida, adicione o açúcar, sem parar de bater. Quando o açúcar estiver dissolvido, adicione o chocolate em pó e bata só até misturar. Coloque a mistura da farinha de trigo, aos poucos, mexendo apenas para incorporar. Dissolva o café solúvel na água quente e despeje na massa, misturando tudo devagar. Asse o bolo em forno pré-aquecido a 180º e faça o teste do palito quando estiver aquele cheiro maravilhoso de bolo assando.

Se você quiser, cubra com brigadeiro. Garanto que vai ficar ótimo e que você vai ficar feliz! Nesse post de cupcake, tem minha receita de brigadeiro.

bolo_negamaluca-1-1 bolo_negamaluca-2-1

Se testar a receita, depois me conta se gostou? ;-)

{Ana}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>