Juntando nossas paixões

bolo-amor-6-1

Aprendi a fazer bolo ainda criança. Para bater a massa, com uma colher de pau, tinha que sentar numa cadeira e colocar a bacia no colo, pois não alcançava o balcão da cozinha. Cresci vendo minha mãe cozinhar, assim como minhas avós e tias. Sempre gostei de xeretar minha mãe, musa inspiradora na cozinha, e aprender cada dia uma coisa diferente. O ato de cozinhar sempre me foi muito natural, como se fosse algo intrínseco mesmo. Minha família é nordestina e nossas reuniões e encontros sempre giraram em torno da comida. Por mais que arrumássemos a sala para as visitas, era na cozinha que todo mundo se embolava. E continua sendo assim na minha pequena cozinha em Brasília.

A vida segue seus caminhos e em um determinado trecho me vi completamente desestimulada a cozinhar. Praticamente um trauma de fogão. Esse negócio de cozinhar por obrigação de manhã, tarde e noite me deixava completamente sem criatividade. Mesmo assim eu cozinhava o trivial, mas só dava pitadas de pirlipimpim quando fazia algo diferente.

Ainda bem que o mundo dá voltas e o prazer pela cozinha voltou aos poucos. Primeiro cozinhava apenas em ocasiões especiais, quando recebia visitas. Não via muito sentido em cozinhar somente pra mim. Até que me vi comprando livros de receitas, gastando horas na internet em blogs de gastronomia, assistindo programas de culinária na televisão. Fui me libertando da regra que eu mesma havia me imposto e passei a ter prazer em cozinhar pra mim, fazer experiências, misturar sabores.

Sou fotógrafa, tenho meu blog profissional, mas tinha tempo que eu queria um lugar para compartilhar um pouquinho da pessoa que abriga a fotógrafa. Um pouco dos meus momentos de lazer, do meu estilo de vida, dos meus gostos, do que faço em casa, dos lugares que visito. Essa vontade ficou latente até que comecei a namorar o Nêgo. Ele já vinha estudando culinária, fazendo vários cursos e tinha o sonho de largar o emprego que tinha na época e se dedicar apenas à cozinha. Não demorou muito para eu perceber que ele seria o parceiro perfeito para fazer esse projeto sair do mundo das ideias e tomar forma, adquirir textura, gosto e cheiro. Cheiro de laranja.

Hoje esse é um espaço em que juntamos nossas paixões… fotografia, culinária, música, lugares, cerveja gelada, nossa família. Tudo junto e misturado!

Sejam bem vindos à nossa cozinha!

bolo-amor-8-1

bolo-amor-7-1 bolo-amor-11-1

{Ana}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>